Seguidores: OBRIGADA POR VCS FAZEREM DE MIM UMA PESSOA MELHOR A CADA DIA.

sábado, 14 de janeiro de 2012

MEU DESABAFO

A minha insistência em  postar mensagens criticando os atuais valores e comportamento de nossa sociedade, é porque não quero me conformar com tudo o que estamos vivendo. Mesmo que muitos acontecimentos sejam bíblicos, eu quero fazer uso das palavras do apostolo Paulo quando diz que devemos renovar a nossa mente através da palavra e estarmos conscientes da vontade de Deus para nós. (Romanos 12)


O decálogo:

Comece desde a infância dando a seu filho tudo o que ele pedir. Assim crescerá convencido de que o mundo inteiro lhe pertence;

Não lhe dê nenhuma educação em valores; espere que seja maior de idade para que possa decidir livremente;

Quando disser palavrões, ria; isto o animará a fazer mais coisas "engraçadas";

Não o repreenda nunca nem diga que fez algo errado. Coitadinho poderia sofre de um complexo de culpabilidade;

Recolha tudo o que ele deixar jogado pela casa. Assim se acostumará a impor a responsabilidade sobre os demais;

Deixe-o ver tudo o que caia em suas mãos. Cuide para que seus pratos, talheres e copos estejam sempre bem esterilizados, mas deixe que locuplete sua mente de lixo;

Dispute e brigue com frequência com seu marido/esposa na presença de seu filho. Assim adquirirá uma prática eficaz em suas relações afetivas no futuro;

Dê todo o dinheiro que queira gastar, de forma que nunca suspeite que para dispor de dinheiro é necessário trabalhar;

Satisfaça todos seus desejos, apetites, comodidades e prazeres. O esforço pessoal poderia fazer com que se transformasse em uma pessoas frustrada.;

Delegue sua educação aos professores, mas não a autoridade. Fique do lado de seu filho em qualquer conflito com seus educadores. Pense que eles têm algum tipo de inveja ou preconceito contra ele.

Pronto, é quase certo que todos estão de acordo que ao seguir este decálogo teremos futuras gerações de néscios, irresponsáveis, vadios e homens de vontades fugidias.


MEU DESABAFO:

Esse post encaixa bem em famílias do mundo de hoje, porque criança pobre adoraria ter brinquedos pra deixa espalhados. Outros estragam os filhos, tirando deles as responsabilidades desde as coisas menores, como limpar seu próprio quarto, e fazendo das meninas bonequinhas de luxo (Aliás, as pessoas acham o máximo quando as mães fazem as filhas de bonequinhas para encher os bolsos de dinheiro). A sociedade segue chamando adolescente de criança e de acéfalo, tirando a responsabilidade dos marmanjos, que na verdade são crianças, pagando fiança e os melhores advogados, dizendo, que na verdade é só uma criança que pegou o carro do papai, dirigiu bêbado e fez mais um monte de besteiras.

Todos têm suas parcelas de contribuição para um mundo sem valores e conturbado. Os mais pobres não recebem esses tais valores porque em alguns a pobreza mina tudo de melhor que pode oferecer e receber. Será que isso? Quando se vive no lixo, sem dignidade, sem coisa alguma que seja boa, as pessoas se reduzem a transar, a pensar em arrumar o que comer, sem preocupar com educação de filhos, os filhos são criados como pintos no terreiro, assim, eles que se cuidem a escola que eduque, (Que escola?) muitos jamais ficaram dentro de uma. Quando não se aprendeu nada e não teve ninguém par te ensinar valores, então, vc não tem nem pra si, nem vai passar o que para os seus filhos. Ah, mas essa é uma parte bem pequena da sociedade. Esqueci-me de mencionar... O governo diz que  milhões de pessoas saíram da linha da pobreza, e agora podem pensar em educar melhor seus filhos, colocá-los em boas escolas; e o estrago que ficou... Quem conserta?

É preciso dizer que os pais querem mais é que os filhos cresçam logo e vão pra bem longe. A geração atual, não é uma mutação, é uma continuidade (extensão) das gerações passadas, não é? Mas a cultura vai sendo influenciada por vários fatores e o mundo segue mudando. Então não é um ciclo? As gerações antigas eram cheias de valores. Mas, espere ai, cadê os valores? Porque eles não foram repassados?  Sim, muitos repassaram, mas outros tantos não aplicaram a sim mesmo. A dureza de coração os impediu de cumprir o seu papel na família e na sociedade. As buscas pelas coisas do mundo contaminaram sua alma. Estamos no mundo moderno e caótico, vivendo sem Deus. E alguma coisa falhou em algum momento. Agora eu não sei se temos um mundo sem valores, ou se, pessoas sem valores, elas não tendo valores, não podem passar valores adiante. Vamos voltar no tempo, não há milhões de anos atrás, para analisar quando é que o mundo perdeu seus valores e porque isso aconteceu. É certo que desde o mundo antigo a influencia de mentes ruim traz influencia nefasta sobre a humanidade. Hoje temos as drogas para completar a bagunça que se instala em meio à sociedade. As novas ideologias, os fantásticos movimento culturais, e a revolução sexual, e a amada TV espalhando isso pelo mundo. O ensino é uma porcaria, nossos políticos são corruptos, quantas mulheres têm filhos piores do que os animais, sim, porque os animais não abandonam seus filhos com a cabeça dentro de um saco plástico no lixo. Mesmo assim, queremos o melhor comportamento dos nossos jovens. Mas tem uma parcela de gente com muita personalidade, que aprende valores, mesmo sem ter quem os ensine. Não temos como criar filhos em redomas, separados da realidade, a gente deve cria-los para que eles saibam lidar com o mundo que estão recebendo de herança dos seus pais e avós bem. Valores se perderam porque as pessoas perderam a moral, e sem moral, não podem passar valores, ou porque as crianças deixaram de dizer 'benção vó'?

Abraços fraternos

Missionária Cleusa Klein





8 comentários:

Nestor Waldhelm Neto disse...

Sei bem o que é isso! Na minha criação os pais eram autoridade, agora o que vemos são crianças que não podem ser contrariadas. Como você muito bem lembrou essa geração é continuação da outra, e como pode ter piorado tanto? Será o fato das mães trabalharem fora? Antes elas não trabalhavam e a criação era melhor... Só sei que os pais tem tomar para si a responsabilidade de criar os filhos, escola não educa filho de ninguém, na escola se aprende ler e escrever , etc. educação é um dever unicamente dos pais.

Que Deus abençoe Missionária!

Luis Nieto del Valle disse...

Gracias por la visita a mi blog, así me ha dado la oportunidad de conocer el suyo, lleno de compromiso personal con la forma de ver el mundo.
Un cariñoso abrazo desde 'Poemas del volcán'

ஜ♥Patricia♥ஜ disse...

Amiga temos que ser sim sim, não não e o texto é a mais pura realidade que infelizmente os pais estão fazendo hoje, talvez por terem tido pais severos demais hoje agem como bobos vejo meu irmão com minha sobrinha, digo a ele seja severo ou ela vai te bater e só tem 6 anos, quando eu tinha essa idade se falasse algo levava uma tapa e sumia de perto dos adultos, para mim é muita psicologia e pouca ação, ótimo post. E olha que nem eu e nem meus irmão nos perdemos por levar de vez em quando uma tapa no popo, rsrsrs

CLEUSA KLEIN disse...

A bíblia é rica em sua sabedoria quando nos diz para ensinarmos a criança o caminho que deve andar. Ela é clara quando diz ENSINAR! Ensinar, não mostrar apenas conhecimento. Corrigir faz parte do ensinar, do educar, ninguém aprende o certo ou errado sem ensino e sem correção.

Querer cobrir suas faltas com compensações tem sido um dos grandes erros dos pais através dos tempos.

Nestor tem razão em dizer que pais precisa tomar a responsabilidade de criar filhos. Essa missão foi dada por Deus a eles. Não estou aqui falando de crianças que nascem nas ruas, esse é um assunto que tem que ser mais discutido.

Luiz, é verdade... temos que ter uma forma diferente de ver o mundo. Devemos ve-lo através dos olhos de Cristo. Só assim, lutaremos para seja melhor.

Abraços

Pr.Jéferson Fabiano Candido disse...

As crianças não mudaram, os pais sim que mudaram o modo de educar seus filhos influenciados pela tv. Seu blog nos faz uma alerta de como estamos procedendo em todos os ângulos, parabéns!

Suzane Weck disse...

Minha querida Cleuza,Obrigado pela visita e pelas gentis e carinhosas palavras,fiquei muito feliz e lisonjeada.Nossa que espetáculo de texto que escrevestes;achei sensacional e concordo com cada ponto e vírgula desta tua postagem.PARABENS.Grande abraço.

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Cleusa Klein, muito boa, sugestiva e atual essa sua postagem.
Parabéns!

Obrigado por sua presença lá no meu blog. Vim conhecer o seu e adorei. Eu nem vou segui-lo, vou persegui-lo, rs...rs.
Grande abraço.
Manoel.

CLEUSA KLEIN disse...

Amigos... agradeço cada palavra de elogio e incentivo. Eu particularmente acredito que só há mudança quanto juntos queremos fazer a diferença em nossa sociedade... Não apenas ser diferentes, ser o foco.
Buscando a reação e não o comodismo derrubaremos muralhas que atravancam e destroem nossa sociedade. Pessoas devem ser consideradas mais importantes do que coisas, inclusive as que estão fora do nosso arraial.

Abraços fraternos