Seguidores: OBRIGADA POR VCS FAZEREM DE MIM UMA PESSOA MELHOR A CADA DIA.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

COMO FICAR CALADA?

Quando você abre a boca e quer mover pessoas através da mídia falada e escrita, ainda tem pessoas que vem te chamar de demagogo (a).  O caso que está em foco nos jornais essa semana é a desapropriação da comunidade Pinheirinho em São José dos Campos – SP. Há oito anos pessoas começarão a mudar para esse local. Um ambiente sem infraestrutura alguma. O poder público, prefeituras, câmara de vereadores ou qualquer outra organização moveu um dedo para impedir a invasão de propriedade alheia, independente de quem quer que fosse o proprietário do terreno. Depois de tantos anos, quando o caso tomou outro rumo aparece gente de todos os lados querendo fazer cumprir as tais leis de forma insana e insegura. Num local, onde mulheres e crianças se encontram a deriva, outros inflamados pela raiva da perda e pelas atitudes tomadas por responsáveis pelo cumprimento da ordem de despejo.

É certo invadir terreno alheio? Claro que não... O mal se corta pela raiz! Dizer que a prefeitura não tem condições de fiscalizar toda propriedade improdutiva que há no município, também é piada! Estamos falando do estado de SP e não do Oiapoque ou Chuí. Funcionários públicos ociosos são o que mais tem dentro de órgãos estaduais e municipais. Falo com conhecimento de causa. Já trabalhei em alguns. 


VAMOS ANALISAR:

Um terreno que não se sabe como foi parar nas mãos de um megainvestidor.

Uma comunidade que se formou como decorrência lógica de política habitacional tradicionalmente ineficiente.

Governos federal e estadual insensíveis às carências populares mais básicas, como o é a necessidade de moradia.

Uma "Justiça" que cumpre a lei ao pé da letra, quando no pólo passivo estão pessoas sem influência e pobres.

Uma Polícia que se revela valente e intransigente contra pessoas desesperadas, desarticuladas e temerosas de atos de truculência. TEM ALGO QUE A POLICIA SABE FAZER BEM, É O TERRORISMO COM PESSOAS DE CLASSES MAIS HUMILDES E SEM MEIOS DE SOCORRO IMEDIATO.
 
Tais ingredientes só poderiam levar a um desfecho desastroso, do ponto de vista do interesse social.

A LEI TEM QUE SER CUMPRIDA GOVERNADOR? Claro que tem... Mas, eu creio que o senhor esqueceu que pessoas são mais importantes que coisas, que objetos. Nessa comunidade têm homens, mulheres, crianças, jovens e adolescentes que estão com seus direitos assegurados pela constituição. Direitos estes, que não são usufruídos de forma integral pelo estado.

Concordo que a reintegração de posse tem que ser feita. Vamos respeitar a legalidade em nosso país, leis precisam ser cumpridas e obedecidas. Invasão a propriedade alheia é crime, tem que ser tratada como crime... Crime que foi permitido quando fecharam os olhos e deixaram esse assentamento se formar visando eleições politicas. Essas pessoas foram mal assessoradas quando intimadas a sair. Erraram quando enfrentaram a policia. Mas a forma com que o caso foi conduzido é de total vergonha! Essa é mais uma história que começou errada e entra na reta final de forma também errada. Tudo isso seria evitado, se medidas preventivas fossem tomadas quando a invasão começou.

O Brasil sofre com um grave problema de déficit de moradia e que, apesar do crescimento econômico do País na última década, milhões de pessoas ainda continuam na pobreza devido à extrema desigualdade.

Graça e paz.

Missionária Cleusa Klein

7 comentários:

ஜ♥Patricia♥ஜ disse...

Nota 10 para o texto, e tem mais se formos falar é bem capaz de denunciarmos, e nos processar, tudo esta invertido neste pais, fiquei com dó daquelas pessoas, com certeza em todas as eleições foram lá pedir votos mas ninguém ligou para as condições em que as famílias estavam.

Pr.Jéferson Fabiano Candido disse...

REALMENTE MISSIONÁRIA, NÃO TEM COMO FICAR EM SILENCIO DIANTE DE TANTO DESCASO COM AS VIDAS HUMANAS. CALAR DIANTE DISSO É CONSENTIR.

Patrizia Dias disse...

Gostei muito do seu blog, vi ele adc no Blog Sei que Deus existe, acabei de fazer o meu, desejo seguir blogs que tenham conteúdo, concordo plenamente com seu texto e com o que disseram estamos vivendo tempos em que não podemos falar pois nos acham demagogos, mas se não mudarmos isso coisas muito piores acontecerão, texto excelente.

CLEUSA KLEIN disse...

Amados... Desde os primórdios da humanidade existe um grande poder nas mãos da massa, o povo é que não se não se conscientizou disso. O que vejo são pessoas acomodadas a um sistema como se tivessem passado por uma lavagem cerebral... Nós temos o poder de escolhas, quando escolhemos nos calar, estamos concordando com um sistema errado e de valores invertidos.
Usar o nosso direito de influenciar faz de nós pessoas diferentes e que fazem a diferença no meio desse caos.

Obrigada por cada comentário. Todos edificam a minha vida.
Abraços

Blog da pró Edenícia disse...

É muito triste tudo isso. Foram anos de conquistas que foram demolidos. Quantos sonhos destruídos! Quem os ajudará a reconstruí-los?
Só Deus na causa

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Cleusa Klein, concordo plenamente com tudo que você postou, principalmente em função do tempo decorrido. Mas, como moro em Taubaté, cidade vizinha de São José dos Campos, fico sabendo de particulares que não são publicados. Não vou me alongar e nem tenho conhecimento suficiente para julgar quem está certo ou errado, mas um exemplo deixa a gente meio sem saber o que fazer ou pensar. Mostraram que uma grande parte de "donos" de terrenos e moradias tinham residência fixa na cidade de São José dos Campos. Mostraram também que poucas pessoas aceitaram a ajuda da Prefeitura. Mostra outras coisas que são muito comprometedoras e como não tenho certeza não vou comentar.
Vou encerrar com um caso que aconteceu no bairro que eu moro, em Taubaté.
Minha vizinha resolveu vender a casa dela (ao lado da minha) e mudou para São Paulo. A casa ficou fechada uns seis meses. Eu sempre dava uma olhadinha para ver se estava tudo bem. Imagine que num domingo, 11 horas da manhã, abre o portão da casa e sai um homem de lá de dentro. Cumprimentou a mim e outras pessoas que estavam na rua.
Telefonei para a dona da casa para saber se tinha vendido. Disse que não. Então verifiquei que a casa tinha sido arrombada e invadida. Liguei para a polícia. Me falaram que se o pessoal que invadiu não estivesse fazendo nada de errado eles nada podiam fazer. Tinha que ser resolvido na justiça e só recuperariam a casa com uma reintegração de posse. Fiquei meio sem saber o que fazer. Conversando com um conhecido policial ele me aconselhou a conversar e convencer o pessoal a sair numa boa. Foi o que fiz e deu certo.
Claro que é um caso isolado, mas que força teríamos numa reintegração de posse!?
Então é difícil julgar o movimento sem saber se tem algo pernicioso atrás disso.
Muito boa a sua postagem e espero que meu comentário sirva para esclarecer e não para julgar. Coisas maiores do que minhas possibilidades, coloco nas mãos de Deus e alguma boa orientação aparece.
Abraço fraterno.
Manoel.

CLEUSA KLEIN disse...

A BÍBLIA DIZ QUE AQUELE QUE CONSTRÓI SUA CASA NA AREIA PODE VÊ-LA CAIR. ESSAS PESSOAS NÃO ACREDITARAM QUE UM DIA PUDESSE RUIR. MAS ELAS ESTAVAM INFRINGINDO REGRAS E LEIS. SO PODERIA QUE DAR ERRADO... O MEU PESAR É PELA FORMA QUE O CASO FOI CONDUZIDO. SÃO OITO ANOS DE DEMANDA, EU ACREDITO QUE SE FOSSE FEITO NO INICIO, ESSA INVASÃO NÃO TERIA IDO PARA FRENTE. O ESTADO TINHA CONDIÇÕES DE FAZER ISSO!

ABRAÇOS